Na Câmara dos Deputados, diretor da Aspra fala sobre morte de policiais
31.Out.2017

Na última quarta-feira, 25/10, o diretor da Aspra/PMBM, cabo Fabrício Alexander, representou a Aspra/PMBM no plenário da Câmara dos Deputados. Ele participou de reunião em comissão geral para discutirr o assassinato de policiais militares e demais agentes públicos de segurança no Brasil. Durante o debate, a palavra foi aberta representantes de associações e parlamentares.

O diretor da Aspra fez uso da tribuna e chamou a atenção para o descaso dos governos com a segurança pública e seus membros. De acordo com a 10° e 11° edições do Anuário brasileiro de segurança pública, a cada 16 horas um policial é morto no Brasil. De 2009 a 2017 foram 3054 agentes de segurança pública mortos em serviço ou em razão dele. No momento em que o cabo Alexander falava, mais um militar foi assassinado no Rio de Janeiro.

De acordo com o deputado Efraim Filho, mais de 700 policiais foram assassinados neste ano. Rio de Janeiro, bahia e Ceará são os estados que lideram este lamentável ranking.

Confira a fala do representante da Associação de Praças Policiais e Bombeiros Militares de Minas Gerais (Aspra):

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

 

Temos 105 visitantes e Nenhum membro online


PLANTÃO JURÍDICO CRIMINAL

(31) 98711-8120

plantao juridicoCAPITAL