Audiência pública aborda o atraso de repasse e retenção de recursos do IPSM
21.Nov.2017

Audiência pública realizada na última segunda-feira, 20/11, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, debateu a contenção e atraso de repasso de recursos pelo Estado ao Instituto de Previdência dos Servidores Militares, inclusive aqueles provenientes das contribuições patronais. Sargento Bahia, presidente da Aspra/PMBM, foi um dos convidados para discutir o tema.

De acordo com o presidente da Comissão de Segurança Pública e autor do requerimento, Sargento Rodrigues, nos últimos anos foram retidos cerca de 480 milhões de reais que deveriam estar nos cofres do IPSM para garantir assistência adequada aos militares, que foram os criadores do Instituto.

De acordo com Bahia, o governo tira o salário e saúde dos militares, que são os responsáveis por manter e acabam morrendo nas mãos dos criminosos. “Nós, enquanto entidade de classe e parlamentares, precisamos estar unidos para mudar esta realidade nefasta”, argumentou.

Para o presidente da Aspra/PMBM, a situação é pior que no interior , onde convênios com médicos e hospitais estão sendo cortados.“A família militar mineira está seriamente prejudicada pelo atual desgoverno do Estado de Minas Gerais”, sintetizou.

Participaram da sessão, em sua maioria, presidentes e representantes de entidades da classe, além de vereadores de cidades mineiras. Também presentes os deputados estaduais Sargento Rodrigues, Cabo Júlio e João Leite, bem como o deputado federal Subtenente Gonzaga.

O debate foi prestigiado por diversos militares da capital e interior, que lotaram o auditório da ALMG.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

 

Temos 7 visitantes e Nenhum membro online


PLANTÃO JURÍDICO CRIMINAL

(31) 98711-8120

plantao juridicoCAPITAL